Skip to content
Anúncios

Mãe X Mulher

Já faz mais de  10 anos que me tornei mãe pela primeira vez. Nunca fui um primor de vaidade, nem mesmo antes de me casar, quando era mais jovem. Comecei a ter cuidados como usar protetor solar, cremes e até mesmo maquiar, alguns anos após o casamento.

Nas gestações ganhava muitos quilos e a pouca vaidade que restava, ia para o buraco junto com minha auto estima. A fase mais complicada para mim sempre era a fase da amamentação e das meninas com poucos meses de idade. Acordava muitas vezes durante a madrugada e consequentemente, as noites mal dormidas, os hormônios e a depressão pós parto , me faziam sentir cada dia mais feia e mal cuidada.

Quando tive minha segunda filha, reconheci a depressão logo no início, comecei a fazer  tratamento medicamentoso e logo consegui sair dela, diferente da primeira gravidez.

Nunca idealizei a maternidade, sempre imaginei ser algo intenso, de grande valor espiritual, mas extremamente complexo.

Ser mãe, do ponto de vista feminino, deveria sempre nos fazer sentir mais plenas, fortes e belas. Mas pelo menos comigo este processo tem acontecido de forma lenta e crescente.

Com as meninas maiores, aos poucos comecei a sentir a real necessidade de voltar a cuidar da mulher dentro de mim. As mudanças que vieram no meu corpo após as duas gestações, não chegavam a incomodar tanto quanto o fato de me sentir exausta e descuidada de uma forma geral.

O primeiro passo que dei foi sair do sedentarismo; logo em seguida veio a necessidade de buscar hábitos e alimentação mais saudável. Quando fui notando resultados naturalmente comecei a sentir mais vontade e prazer em me cuidar. Comecei a refletir também sobre o exemplo que poderia dar as meninas, de uma vaidade saudável, valorizando bons hábitos alimentares e exercitar o corpo para ter uma boa saúde e se sentir bem com você mesma.

Quase como um grande prêmio, por minha mudança de atitude e por ter voltado a amar e cuidar da mulher que existe em mim, tive o prazer de ser fotografada pelo grande artista Geraldo, no seu Projeto 100 retratos como Diana.

Hoje, tento a cada dia, manter este equilíbrio entre a Mãe e a Mulher , complexo e belo como deve ser!

Anúncios

3 Comments »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: