Maternidade e Montanhas; por Cláudia Ferreira

Semana passada retornei ao clube de escalada ROKAZ  em Belo Horizonte, lugar incrível que Claudinha me apresentou já alguns anos atrás.

Desta vez fui com a família.

Meu marido e eu fizemos um mini curso e passamos a tarde “brincando” de escalar com as meninas. Programa delicioso!

Somos amigas há mais de 25 anos e apesar da distancia física, o lugar de “BFF” no meu coração é dela!  

Sempre admirei sua coragem de correr atrás de tudo que sonhava, sem medo. Esta mulher forte, desbravadora e bela  também é mãe.

Convidei Cláudia para dividir com vocês um pouco deste mundo diferente e apaixonante. A sensibilidade com as palavras é mais um dom desta amiga que eu amo:

“Eu sou Cláudia, mãe do Luca, de 1 ano e 2 meses.

Ao longo da minha vida, eu quis experimentar muitos esportes e atividades, e permitir que meu corpo passasse por diferentes desafios: capoeira, dança, musculação, kick-boxing, Yôga, escalada, trekking, canoagem, crossfit .

Nunca fui profissional; apenas uma curiosa incansável.

Mas a luz maior dos meus olhos vem da escalada em rocha. Por mais de 20 anos, entre altos e baixos e picos de dedicação e lesões, pude viver momentos lindos em vários lugares do Brasil, Canadá, Argentina e Chile.

O prazer de estar em meio à natureza sempre foi enorme. A aproximação para as vias mais remotas é uma preparação para o esforço físico e mental da escalada esportiva. Uma trilha como a de um setor novo, é sempre uma veia de energia pulsante, cercada de vida por todos os lados.

Vento dando boas-vindas. Forte, imponente, mas ao mesmo tempo, um carinho para as partes descobertas do corpo. O sentir-se pequeno diante da grandeza das rochas, aos poucos se transforma em uma sensação de força.

Movimentos plásticos, explosivos e de resistência muscular máxima. Prazer de tocar agarras que nunca se repetem, esculpidas pelo tempo. Ir cada vez mais alto significa que ao final, a vista será ainda mais bonita. O silêncio, maior.

Escalar é amor eterno, paixão que não termina.

Mas a maternidade veio, aos 40 anos, e me fez rever a frequência com que eu iria praticar. Amamentar, dormir pouco, menos vigor, fariam com que eu adiasse a prática. Escalei quando o Luca fez 3 meses, depois 5, e 8 meses.

Hoje tenho escalado pouco e feito caminhadas para cachoeiras onde moro com mais frequência do que o esporte. Acho que é importante manter a rotina do meu filho; os horários de sono, principalmente.

Quero que ele chegue a dormir em barracas e redes mas ainda não consegui isso.

Sinto muita falta da prática regular. Frequentemente sonho com movimentos novos, novas vias e lugares onde nunca estive. Mas dentro do possível, visito lugares lindos com ele e fico imensamente feliz e plena em ver o deslumbramento dele por esses lugares.

Bebês e crianças têm seus sentidos ricamente estimulados ao sair de cidades e experimentar o aberto infinito de paisagens naturais, águas mais frias, incontáveis tons de verde. O toque de plantas, cheiro de folhas que amassadas e levadas ao nariz, causam reações engraçadas.

Ouvir pássaros, observar. Gastar tempo com o nada. Ou com o barulho da chuva batendo no topo da mochila especial com cobertura, enquanto estende o braço pra sentir os pingos.

Levar meu filho para o “mato” comigo e com o pai é compartilhar meu amor mais antigo com eles, os meus amores eternos.”

image

 

Anúncios

Publicado por

mamaeraiz

41 anos. Casada. Mãe de duas meninas. Formada em Zootecnia, já fui Pesquisadora, Secretária Executiva, Escritora, Proprietária de Franquia, Artesã e hoje Mãe e Dona de Casa. Adoro viajar em família, cozinhar e praticar CrossFit. Tento levar minha vida de forma leve, cada dia aprendendo mais e vendo o lado positivo da maternidade. Tentando descobrir novos caminhos e possibilidades, que a vida de uma mulher que resolveu abrir mão de trabalhar fora e abraçar integralmente sua família, pode trazer!

Um comentário sobre “Maternidade e Montanhas; por Cláudia Ferreira”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s