Síndrome do Imperador

 

Cada vez mais presenciamos e nos surpreendemos com comportamentos de algumas crianças diante dos professores, parentes e até dos próprios pais. Gritos, falta de respeito e outras atitudes que me levam a pensar que a autoridade esta mudando de lado. Crianças ditando o que os pais devem fazer, escolhendo onde devem ir nas férias, satisfazendo os anseios consumistas e tudo isso acontecendo feito se “fazer os luxos” dos pequenos fosse algo normal e bom para eles.

Recebi de amigos um vídeo no qual o psicoterapeuta Léo Fraiman abordou a criação dos filhos e a “síndrome do imperador” em uma entrevista no programa do Ronnie Von da TV Gazeta.

Ele explica que os pais de hoje em dia são narcisistas, pois querem fazer com que seus filhos sejam felizes a qualquer custo, tomando atitudes que privam os pequenos de terem frustrações. “Se uma criança não é treinada a esperar, a criar, a negociar, a ceder e a se frustrar, você está aleijando a criança”, salienta. Segundo o profissional, esses pais estão criando um tirano, uma pessoa que vai ser chata, birrenta, neurótica, depressiva e terá tendência a se envolver com drogas.

De acordo com a matéria do site “Exploring your Mind”as crianças com esta síndrome possuem alguns comportamentos em comum:

  • Traços de personalidade próprios do egocentrismo.
  • Baixa tolerância a frustrações.
  • Não sabem como controlar ou segurar seus sentimentos e emoções.
  • Não toleram ver suas demandas não cumpridas.
  • Conhecem as fraquezas dos outros.
  • São especialistas em manipular psicologicamente as pessoas.

Em outra matéria no site Psicorientação :

  • A criança não sente culpa pelo que faz aos outros, seu comportamento é desmedido e nada convencional para a idade.
  • É tirana e controla tudo o que vê pela frente; dá ordens e exige respeito, atua de forma impulsiva, não teme figuras de autoridades como professores, diretores da escola, pais, irmãos mais velhos.
  • Uma criança imperadora pode chegar a dar empurrões, bater, fazer ameaças, destruir o ambiente onde está por birra, faz agressão verbal, coage os pais, não demonstra solidariedade.
  • Quando frustrada torna-se violenta.
  • No cotidiano a criança não é capaz de servir o outro, é arrogante, soberba, não faz nada que lhe pedem e desrespeita ordens.
  • Na infância apresenta necessidade de chamar a atenção, quer ser o centro de tudo. É agitada, inquieta, grita quando é contrariada, é manipuladora, tem marcante desobediência, rebeldia e insubordinação.

Segundo especialistas este problema costuma apresentar relevância por volta dos 7 anos de idade,  começando inicialmente com pequenas desobediências, posteriormente vai aumentando até chegar à desconsideração geral. 

E quais seria as características dos pais destas crianças?

Pais hesitantes, que exercem uma educação passiva e relaxada, não estabelecem limites de referência para a conduta dos filhos, permitindo a réplica, cedendo à chantagem e sendo vítimas até de agressões verbais e físicas.

Chegando a adolescência, se tornam incapazes de conceber que alguma autoridade externa possa impor limites. Em casos graves, podem chegar a agredir seus pais e abusar de drogas e álcool.

Infelizmente a escola e a família estão perdendo a capacidade de educar. Nos sentimos desorientados, culpados, cheios de dúvidas a respeito de como devemos caminhar e orientar os nossos filhos.

Temos que voltar agarrar com pulsos firmes a nossa responsabilidade como figuras de autoridade e como pais. Temos que ensinar nossos filhos a aceitar as normas e entende-las se for preciso.

Temos também o dever de ensinar que existem coisas que são inegociáveis. O respeito aos pais é um delas. Temos que tentar ser menos materialistas, permissivos e hedonistas.

Para educar nossos filhos de forma responsável não podemos abrir mão dos limites e frustrações, para que possam entender que o mundo não gira em torno do seu ego.

Anúncios

One Comment

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: